Mania de lembrar.

Sou viciada em criar memórias, em sempre lembrar das coisas. Parece que eu estou sempre fazendo um esforço descomunal para lembrar de absolutamente tudo. Datas, músicas, textos, livros, aniversários, comemorações. Me lembro de prestar atenção nos detalhes e ler nas entrelinhas, de ser o suporte necessário em tempos turbulentos e o acalento para aqueles queContinuar lendo “Mania de lembrar.”

Sobre suposições

Do que tenho tanto medo? De me expressar? De me senti vulnerável, de deixar que me leiam como um livro aberto? De dizer as palavras inomináveis que permanecem entaladas na garganta? Ou descobrir quem eu sou e do que sou capaz? De me surpreender, de surpreender a todos? São tantas suposições que até me perco.Continuar lendo “Sobre suposições”