Preciso me lembrar que tenho asas

Ainda sei voar? Ainda me lembro da sensação de abrir as asas e deixar o vento me guiar? Ainda vale a pena esperar que as águas passem debaixo da ponte e mudem o curso de toda uma vida?

Nesses últimos tempos, quase me esqueci de quem eu sou. Quase me esqueci da consistência do meu ser e das entrelinhas da minha consciência. Quase me esqueci que sobrevivi aos meus piores anos. Quase me esqueci que dentro de mim, tenho todas as ferramentas necessárias para concretizar meus planos.

Eu sei lá como aconteceu… me senti apagando. Desaparecendo, ofuscada pelos problemas, pelos dilemas e cobranças diárias. E tá tudo bem, isso é normal. Todos passam por momentos de descrença e desvalorização, principalmente agora que vivemos inseridos no que eu gosto de chamar, carinhosamente, de “cultura da vaidade”. Carinhosamente é só jeito de falar, acho isso tudo um saco.

Mas é preciso me lembrar que eu ainda tenho asas. E elas sabem cumprir sua missão de forma esplêndida. Preciso me lembrar que sou livre como o vento e inconstante como a tempestade que molha a terra seca por causa do verão que nos castiga a alma.

Você já tentou controlar o vendaval? Já tentou prender o temporal? É simplesmente impossível. Assim sou eu, eu sou assim. Não tente me encaixar, pois eu simplesmente não caibo em lugares apertados, o que é bastante irônico já que eu passo de um metro e meio de altura por pouquíssimo centímetros, mas a força que me acompanha é gigante.

Não nasci para corresponder às expectativas de ninguém. Essa foi a minha maior descoberta e é claro que eu não saberia disso sem o auxílio da famigerada terapia. Desde que entendi que não tô aqui pra agradar os outros, as coisas simplesmente… clarearam, como se fosse uma epifania.

Eu abraço quem sou, quem vivo, quem sonho. Com todas as minhas incertezas, erros catastróficos e a esperança constante de um dia acertar. Mas sou o que eu sou, nem mais e nem menos, e isso, ah… (suspiros longos e quase que inaudíveis) isso, eu simplesmente não posso mudar.

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s