A tour do boné amarelo de Amsterdam

Eu já sabia que ia chover hoje, tinha visto na previsão do tempo. Mas, mesmo morando na Europa (mais especificamente Irlanda vulgo país mais chuvoso do mundo, fonte: eu mesma), não aprendi a lição e esqueci de trazer minha capa de chuva na mala e odeio andar segurando guarda-chuva. A brilhante ideia quando o toróContinuar lendo “A tour do boné amarelo de Amsterdam”

Estranhezas de uma mente peculiar

Meu estoque de tolerância está por um fio – às vezes eu me esqueço de sorrir o tempo todo, às vezes eu quero desaparecer do mapa, às vezes fico acordada até tarde pensando excessivamente em como mudar o rumo da minha vida sendo que eu ainda nem sei qual rumo eu quero tomar. Estranhezas deContinuar lendo “Estranhezas de uma mente peculiar”

Mantendo os pés no chão

A esperança que me move tem gosto de mel. A doçura que me candeia vem dela, e de tudo aquilo que eu posso me tornar no porvir, ainda que o hoje tenha maior relevância. Na fase atual da minha vida, essa incrível aventura instável-imprevisível-surpreendente característica dos 20 e poucos anos, me preocupo mais com oContinuar lendo “Mantendo os pés no chão”